quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Me dá uma saudade!!!

Quem me acompanha seja aqui neste espaço ou no rádio sabe que sou nostálgico e que sinto saudades de uma época muito mais "romântica" do futebol. Era adolescente em 1.977 quando o então Comerciário E. C. retornou às disputas do Campeonato Catarinense. A competição foi decidida entre Chapecoense e Avaí, vencida pelo time do Oeste. Jogo realizado no antigo Estádio Índio Condá que ainda tinha o pavilhão social com estrutura toda de madeira. O Comerciário, por sua vez, ficou na 3ª colocação, campanha considerada na época muito boa pra quem havia ficado de licença por 7 anos. Durante o campeonato tenho lembrança especial de uma partida. O dia e o mês fico devendo à vocês. Mas o resultado do jogo é inesquecível: Comerciário 9 Operário de Mafra 0. Recordo que foi num dia de semana à tarde pois o H. Hülse ainda não tinha iluminação, providenciada um ano depois. Os gols foram marcados por Ademir, o "Pezão", 6 vezes; Laerte 2; e, Dirceu 1. O técnico era Joel Castro Flores e a formação titular do Comerciário com camisas e meias em azul e calção branco, tinha Cabral(mais tarde passou a se chamar Roberto Costa e foi titular no Vasco); Lúcio(depois esteve no Internacional e hoje não é muito ligado ao futebol), Otávio(um zagueiro gaúcho que ao encerrar a carreira foi trabalhar numa mina de carvão aqui em Criciúma); Cláudio(outro gaúcho) e Valdeci(um carioca boa praça que passou também pelo Próspera e que infelizmente já faleceu). O meio de campo era formado por Serrano(descoberto em Meleiro e que fez sucesso também no Atlético-MG); Takito(um mineiro...era ventríloquo...c/ razoável habilidade técnica); e, Doriva(ali do Bairro São Luiz...bom de bola...e hoje funcionário de um posto de combustível). Os atacantes eram Serginho(hoje vive em Santos-SP); Ademir(um dos melhores finalizadores na história do futebol de Criciúma); e, Dirceu(ponta que jogava um pouco recuado, depois virou policial civil e acabou assassinado no Rio G. do Sul). Não posso deixar de relembrar do baixinho Laerte. Outro que já se foi p/ o "outro mundo". Nascido em Urussanga, veio para o Comerciário, depois Criciúma, onde fez "uma penca" de gols...!!! Quanto saudosismo!!! A camisa do Comerciário de 77 é uma relíquia e a guardo com muito carinho!

2 comentários:

  1. Conheço essa camisa. E quanto a esses dados? Lembrança de tudo?

    Abraço

    ResponderExcluir
  2. Gilberto Custódio27 de outubro de 2011 13:33

    Sim, graças à Deus...lembro de muita coisa da época de infância e adolescência.

    ResponderExcluir