quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Vergonha no Beira-Rio!!

Assim classifico a forma como o Criciúma se apresentou em Porto Alegre na derrota para o Internacional. Não pelo fato de ter levado 3 a 0! Muitos outros já perderam até mais feio na casa colorada! Mas o que me deixa bastante intrigado é a forma como os jogadores se comportaram. A passividade imperou e dominou quase todos os atletas usados pelo técnico Gilmar Dal Pozzo. Levou um gol, não reagiu...tomou mais um e outro e não esboçou nenhuma reação. Aceitou a situação como quem já está “morto” no campeonato. Em hipótese alguma é admissível tal comportamento! E...se não houver algo diferente a ser trabalhado pra Chapecó...podem preparar outro “saco”!!
Alex e Arânguiz se cumprimentam após o 1º gol de Inter 3 Criciúma 0. Colorados "deitaram e rolaram" no Beira-Rio.
Bruno fez pelo menos três defesas com alto grau de dificuldade, incluindo a penalidade batida por Rafael Moura. Salvou o time de uma goleada ainda maior! Nota 7. Luiz Felipe voltou a jogar mal. Esteve frouxo na marcação e pouquíssimo foi ao ataque. Nota 3. Do outro lado, Cortêz também não esteve bem. O Inter fez o que quis pelo lado esquerdo, direito, meio...e, enfim, “deitou e rolou”! Nota 4. Sobre a dupla de zaga...lastimáveis as atuações de Fábio Ferreira e Gualberto. Nota 3 pra ambos. Serginho novamente não jogou bem. Retornou ao time como capitão e acabou substituído. Continua muito abaixo do que mostrou ano passado. Nota 4. Rodrigo Souza correu muito e, pelo menos, demonstrou estar preocupado com a má apresentação do time em campo. Nota 6. João Vítor também sucumbiu, como os demais, e foi facilmente envolvido pelos bons meias do Inter. Nota 5. Cléber Santana se “salvou” no meio de tanta exigüidade e carência! Mais uma vez jogou acima da média dos demais e merece referência especial por sua qualificação técnica. Nota 7. Silvinho saiu machucado logo no começo e não merece avaliação. Entrou Bruno Lopes que pouco rendeu. Foi dominado com facilidade pelos marcadores do Inter. Nota 5. Lucca foi o outro atacante usado e também pouco produziu. Continua jogando bem abaixo do que já jogou! Nota 5. Ainda entraram Paulo Báier, que procurou tocar a bola e esperar o tempo passar...nota 6; e, Zé Carlos, sem grande movimentação, nota 5. Em relação ao técnico Gilmar Dal Pozzo, este foi o sexto jogo dele no comando do Criciúma. E...com ele como treinador o mais preocupante é que os resultados não estão acontecendo! Diante do Inter, na área técnica, parecia impotente e incapaz para mudar algo! Nota 5.

Os números do jogo indicam 21 faltas cometidas pelo Inter, só 10 do Criciúma. Conclusões a gol...10 do Internacional, só 3 do Tigre. Pra fora...duas finalizações do “Colorado” e 4 do Criciúma. Seis escanteios pró-Inter, 4 favoráveis ao Criciúma. Impedimentos 4 do Inter, 3 do Criciúma. Aliás, pra quem gosta de detalhes matemáticos, os números comprovam que o Criciúma marcou muito pouco...cometeu baixo número de faltas; e, demonstram toda a superioridade do Inter.

Passarinho Arrepiado lembra a todos que gostam de futebol...para acompanhar o time júnior do Criciúma, nesta 5ª(25), no estádio Heriberto Hülse, contra o Palmeiras. É partida de ida da 1ª fase da Copa do Brasil Sub-20, as 19:30. Ano passado o adversário foi o São Paulo e o Tigre acabou eliminado logo no começo da competição. No Campeonato Estadual, o Criciúma é líder e cumpre boa temporada, até o momento. Aliás, sobre as categorias de base do Criciúma, recebemos informações extra-oficiais de que, depois da mudança no comando, quando saiu Sarandi e entrou Armando Desessards, algumas alterações têm sido observadas. Pelo visto, parece que as pessoas que estavam em suas respectivas funções, aos poucos, estão sendo afastadas ou colocadas de lado. Fica a impressão que o novo diretor quer colocar sua turma...de fora...e os da casa, há anos trabalhando, podem ser demitidos. Ouvi dizer até que Luizinho Vieira, técnico do time júnior, corre risco de perder o cargo!! Já vi esse filme, hein? Abre o olho, presidente Antenor!!!

7 comentários:

  1. Bem, já que criticar é jogar a toalha na opinião de alguns, aí vai uma musiquinha...: Pior ataque do mundo, pior ataque do mundo.. para um pqnho, respira um pqnho, Lucca, Bruno e Silvinho. Pior defesa do Mundo, pior defesa do mundo, para um pqnho, respira um pqnho, Cortez, luis felipe, sErginho. Meu amigo.. brincandeiras a parte é triste ver o maior de SC nesta situação vexatória e vergonhosa.. nunca se viu tantos erros de Diretoria, jogadores e comissão.. esse ano infelizmente o tigre n entrou em campo e sem nenhum reforço (jogador que saiba jogar bola) dificilmente sairemos desse buraco que o Claudio gomes nos meteu.. uma pena q em 2014 o Angeloni n tenha acertado nas decisões.CRICIUMA ATÉ MORRER, 2014 PARA ESQUECER

    ResponderExcluir
  2. Rebaixados e como lanternas. Não tem escapatória. Vexame nacional.

    É nisso que dá entregar o clube a um "dono". Faz o que bem entende, dá pouca satisfação aos próprios sócios e empurra goela abaixo um cara como esse diretor de futebol.

    Rodolfo.

    ResponderExcluir
  3. Triste...vergonhoso e decepcionante!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  5. Já está decidido. Antenor vai deixar o CRiciuma no final do ano, se o CRICIMA CAIR. Pena que ele apostou no idiota do CLauio Gomes. O Cláudio cai derrubar o ANtenor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse hábito megalomaníaco de chamar o Criciúma de "maior de todos", como fazem alguns torcedores, é que nos leva a estas situação ridículas.
      Quem não lembra do nosso competentíssimo diretor de futebol dizendo na CBN, em janeiro, que montara um time para brigar pela Libertadores?

      Rodolfo.

      Excluir
  6. Olha......o Criciúma está assim porque o comando achava que podia fazer o futebol render com a condição que tinha.Futebol se faz com riscos,ninguém limita o rendimento daquilo que vem da diversão.Qto mais vc apllica mais retorno tem.Não tenho mais forças para defender quando sei que o erro já vem desde muito tempo e ninguém se propos a acertar.Tempo se teve e condições também.Se acontecer oque penso que pode acontecer até o fim de ano.Com muito prazer abrirei o verbo de tudo que vi de errado.Por momento preservo-me no direito de ficar calado.Para os entendidos pode ser que até já sabem do que quero falar.

    ResponderExcluir