sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Antenor e Moacir juntos? Não! Lobo não come lobo!

O ditado popular é bastante antigo. E serve, de certa forma, pra justificar a razão do porque Antenor Angeloni e Moacir Fernandes não trabalhariam juntos no Criciúma Esporte Clube. Mas chegou-se a comentar isso? Na verdade, tal lembrança ocorre quando fica comprovado que a ausência de um homem de vestiário prejudica o bom andamento do dia a dia em um time de futebol. Cada um a seu tempo e estilo, Antenor e Moacir são dois nomes de extremo respeito, admiração e reconhecimento dos torcedores do Tigre. Entretanto, Moacir foi mais vencedor do que Antenor. Por sua vez, ao longo de suas passagens pelo Heriberto Hülse, Angeloni realizou obras, ampliou e construiu arquibancadas, além de ter “salvado” o Clube, financeiramente, quando retornou em 2.010.
Não há dúvida, entretanto, que ambos também não são unanimidades! Há contestações em relação a um e a outro...sem dúvida! Moacir Fernandes surgiu no Criciúma levado por José Ijair Conti, seu amigo e patrão na antiga Coenco, lembram? Me recordo bem que, quando da eleição ocorrida em 1.985 no ginásio Colombo Sales, eu estava na arquibancada, assisti a tudo e Guido Búrigo, que havia sido presidente anos antes, disse: “Que tal o engenheiro “dos Conti”...o Moacir pra pegar a presidência?”. O Criciúma vivia um momento ruím dentro de campo. Naqueles anos não era ambição dos catarinenses disputar campeonato brasileiro. O que todos queriam era tirar o título estadual do Joinville! Todo mundo tentava e ninguém conseguia! O Criciúma, então, era um dos mais revoltados com a seca de conquistas!
Depois de quase duas horas com alguns conselheiros e ex-presidentes discutindo o que fariam com o Criciúma, “sêo” Moacir falou o seguinte: “Se vocês querem alguém pra administrar eu pego! Mas de futebol não entendo nada!!”. Proposta aceita por todos e Pedro Izaú Conti, mais Aderlei Porto, Nério Spíllere, mais tarde Milioli Neto e Cláudio Wágner dariam uma sustentação para que Moacir formasse sua diretoria e, então, “tocasse” o futebol. Quando assumiu, Moacir viu o Criciúma jogar o hexagonal “da morte” no Catarinense de 1.985, uma vez que o time havia sido desclassificado da fase decisiva da competição. O Criciúma ganhou aquela etapa do campeonato com folga. Veio então 1.986 e, finalmente o ano da desforra!! Com a participação decisiva de seus parceiros citados acima, Moacir Fernandes e o Criciúma ganharam todas as fases do Estadual e, no fim da temporada, a premiação maior: o Criciúma, depois de “nadar..nadar e morrer na praia” em tempos passados, seria coroado com o título de Campeão Catarinense! A sequência de tudo com a série de títulos e vitórias inesquecíveis a torcida sabe “de cor e salteado”!!

Sobre o atual presidente, dono da G. A., o empresário Antenor Angeloni, lutou muito no futebol , mas não teve o mesmo êxito que Moacir Fernandes. Entretanto, foi com ele que o Criciúma, de 2.010 pra cá, conseguiu dois acessos, embora esteja bem vivo na memória de todos a recente queda pra série B do Campeonato Brasileiro de 2.015. Mesmo assim, como instituição e clube de futebol, nos dias de hoje, o torcedor do Tigre tem completo reconhecimento em relação ao que fez, faz e ainda fará “sêo” Antenor na estrutura do Criciúma e de seu estádio! Isso jamais pode ser esquecido!! Voltando ao título da postagem... ver os dois, um comandando e proporcionando o suporte financeiro necessário e outro no futebol, no caso Antenor e Moacir, o Criciúma ficaria quase perfeito!! Masss...como disse: lobo não come lobo!!

Um comentário:

  1. Carlos J. Felisberto5 de dezembro de 2014 21:26

    Cabe aqui um comentário a parte.Nos ultimos anos o criciuma tem mudado muito o seu modo de conduzir o seu futebol.Não sei se é pela falta de qualidade do futebol brasileiro ou se pela indecisão dos que comandam o futebol do tigre.Sei também que, a imprensa que já fez muito pelo futebol tem deixado de lado com muita evidencia o futebol do tigre de lado.Não sei se pelas condições internas das emissoras ou se pela atitude do comando dentro do departamento de futebol do tigre.Sei que muitas notícias chegam primeiro pela capital,longe do estádio 200 KM e com muita dificuldade se sabe pelos setoristas das emissoras daqui.Seria incompatibilidade com a imprensa local,talvez.O que sei é que o Criciúma deixou de ser aos poucos o time aberto e que tanto agradava o seu torcedor como antigamente.Penso que se não for tomado alguma atitude para mudar isto haveremos de perder o entusiasmo pelo nosso querido clube até que caia no esquecimento.Fica muito dificil para uma entidade que trabalhou tanto para chegar até onde chegou trazendo tanto orgulho para a região.Sei que estamos muito mais tristes com o tigre despedaçado e quem sabe melhore para o ano 15.É evidente que estamos caindo com muita rapidez.A indiferença dos dirigentes estão trazendo um descontentamento generalizado ao torcedor e isto é muito perigoso.Viver sem sucesso aniquila qquer pessoa física ou juridica.O tigre não é diferente.De tanto judiar do seu torcedor vai até que encontre o cansaço e o bom andamento jamais retorne.Não estou sendo pessimista e sim realista.Lá no norte tudo anda as mil maravilhas e aqui pelo sul tudo anda as mil ventanias.Onde estão as lideranças para mudar o quadro.?Quando fomos a região que mais crescia tudo era mais feliz e respeitado,agora tudo é mais infeliz e desrespeitados.Até os jornais que deveriam por obrigação terem mais respeito já não tem mais.O Criciúma é o espelho da involução,onde tudo está se desmoronando e ninguém faz nada.Tudo aqui é o contrario.Não se dá um paço pensando em seguir para frente e sim de voltar por causa de algum bloqueio criado por político ou coisa parecida.Até a duplicação da 101,que já devia estar pronta,encontra gente da própria terra impossibilitando o avanço que evidentemente só tem um caminho.O que que é isto gente.Eta situação de hipócritas.Vai ver que a hipocrisia virou virtude,a vaidade,a prepotencia,a corrupção,a mentira...só pode porque qual explicação para tanto atraso.?Parceiro,isto é o que a maioria do povo sente.Falta de rumo para a caminhada do progresso que a muito tempo parou por aqui.ABÇ

    ResponderExcluir